Blog EPD

Como se proteger dos golpes na internet?

Os crimes online causam uma série de problemas diariamente. Entre os principais estão os golpes na internet, que afetam usuários dos mais diversos aplicativos, sites e lojas virtuais.

Com tamanha exposição a golpes e fraudes, é importante que as pessoas saibam tomar algumas atitudes simples para se proteger e escapar de dores de cabeça que podem ser evitadas.

Confira abaixo as dicas mais essenciais que, apesar de parecerem óbvias, são deixadas de lado pela maioria.

Como se proteger dos golpes na internet em 5 passos

1. Tenha cuidado com as suas senhas
Ao criar as suas senhas, faça combinações realmente difíceis, fugindo das sequências mais óbvias de números, por exemplo. Utilize letras maiúsculas e minúsculas e até mesmo caracteres especiais, se o site e/ou aplicativo permitirem.

Muitas pessoas usam uma mesma senha para mais de um cadastro, o que também não é aconselhável, já que alguém pode hackear o seu perfil no Facebook e acabar descobrindo a “porta de entrada” para o aplicativo do banco, caso as senhas sejam a mesma.

Outro ponto importante é jamais deixar a senha salva no celular ou no computador, seja em blocos de notas, documentos, drives onlines e até mesmo no seu email. O primeiro ato de um hacker é vasculhar todas essas coisas em busca de informações que o favoreçam.

2. Se for comprar online, pesquise tudo o que puder
Antes de qualquer compra online, faça uma pesquisa a fundo nas informações disponíveis sobre a empresa.

Procure saber se você está mesmo no site oficial dela, os comentários de clientes que já compraram ali e, principalmente, cheque os certificados digitais. Uma loja com certificado digital lhe dá a garantia de que seus dados estarão protegidos. Para saber se aquela empresa é certificada, veja se há o símbolo de um cadeado ao lado da url digitada, assim como o início dela, que para negócios desse tipo deve começar com “https” e não com o tradicional “http”.

3. Desconfie de mensagens suspeitas
É muito comum aos golpistas, ao clonarem o WhatsApp de alguém, enviarem mensagens aos contatos da pessoa com mensagens que peçam dinheiro, ajudas diversas, entre outros. Por isso, se você receber uma mensagem dessas, desconfie, mesmo que a forma de escrever ainda se pareça com aquele amigo ou parente. Para ter certeza da veracidade de um conhecido, entre em contato com ele por outros canais e garanta que ele não tenha sido hackeado nos últimos dias.

4. Desconfie também de promoções e cobranças
Fique com um pé atrás também ao receber ofertas muito fora da realidade por aplicativos de mensagem ou por e-mail. Muitas vezes, os golpistas querem só pegar dados seus quando você clica em um link ou banner dessas promoções. Por isso, vá ao site oficial da loja em questão e confirme que os produtos e valores são de fato aqueles e, de preferência, realize o negócio por lá.

O mesmo vale para cobranças de faturas. Bancos, especialmente, nunca fazem cobranças por canais que não sejam os oficiais.

5. Tenha sempre o antivírus instalado e ativado
O bom e velho antivírus é um forte aliado na proteção dos seus dados, assim como na “saúde” dos seus dispositivos eletrônicos. Esses programas ainda são a melhor defesa para os seus aparelhos, seja computador ou móvel. Além de combaterem os vírus que porventura você “pegue”, eles também avisam sobre casos de acessos e cliques suspeitos.

Deixe a sua dica
Tem mais dicas importantes para compartilhar? Deixe aqui nos comentários e continue seguindo o Blog e as redes sociais da EPD para ver conteúdos diários.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!