Transferência Externa
Campanha março cursos de extensão
Reestruturação Societária
Mestrado
Pós Presencial
ENEM Presencial
Campanha março cursos de extensão
Direito de família e sucessões
1
Graduação em Direito
5
4

Blog EPD

Conheça as principais tendências para advogados

Estar acompanhando as transformações do mercado e se adaptar a essas, é uma das exigências mais importantes para os profissionais que não desejam ser obsoletos; pelo contrário, querem aproveitar as mudanças para se destacarem. Trouxemos dados da pesquisa realizada pela consultoria Robert Half que apresentam tendências para o mercado jurídico em 2019.

Confira as tendências para Advogados e veja se você está pronto ou pronta para defender sua carreira jurídica no futuro. Boa leitura!

Tendências no perfil dos advogados

Chega de profissionais que fazem apenas Direito! As empresas estão prontas para enriquecer suas equipes jurídicas com pessoas que sejam multidisciplinares, principalmente quando o assunto envolve tecnologia e empreendedorismo.

Assim, segundo o levantamento feito pela Robert Half, as habilidades mais requisitadas para esses profissionais e que estão entre as principais tendências para o Direito, são:

Visão de negócios;

Estratégia é a palavra que define esta competência e é requisito para que boas decisões e ações sejam tomadas no mundo dos negócios. Os advogados precisam estar prontos para pensar ações que valorizem e enriqueçam o negócio e o ofereçam diferencial competitivo.

Perfil comercial;

Atenção voltada ao comportamento do advogado enquanto pessoa, considerando suas competências técnicas, mas considerando suas competências como pessoa. Palavras como resiliência, empatia e criatividade serão avaliadas e requisitadas para conquistar mais clientes.

Senso de Dono;

O senso de que a empresa em que você faz parte é sua também, transforma a forma como você pensa e age dentro dela. Assim, advogados que sejam apartados do negócio e que não demonstram essa característica, serão substituídos por quem a apresenta.

Conhecimento em Tecnologia;

A tecnologia não para de evoluir no Direito e as Law Techs (startups com foco em inovação jurídica) não param de surgir. Portanto, é natural que os profissionais que desejam estar ativos no Direito do futuro, estejam prontos para lidar, entender e até contribuir com essas inovações.

Inovação

O nome é bastante sugestivo e como considerado no parágrafo anterior, pessoas com competência inovadora serão mais buscadas. Então, esteja disposto ou disposta a investir em cursos e atividades que desenvolvam melhor essa competência tão comentada nas tendências para advogados.

Temas que serão tendências na carreira jurídica

As circunstâncias atuais do mercado, a transformação na maneira de pensar dos consumidores e, consequentemente, a forma de agir das empresas vem fomentando a pauta dos advogados com assuntos que antes eram pouco citados ou então, nem eram citados.

Direito Digital

Aqui o Digital pode ser avaliado de duas perspectivas: oferecimento de serviços online ou casos que envolvam o tema. Assim, vale o profissional estar disposto a investir em seu conhecimento tecnológico e não deixar passar oportunidades.

Conforme bem destacado pelo blog Saj ADV de software jurídico, investir na área permite que o advogado atue tanto no ramo contencioso, como consultivo.   

Petróleo e Gás

A regulamentação aplicada às empresas de Petróleo e Gás, bem como seus impactos na economia do país em que atuam, estão ganhando cada vez mais espaço entre as discussões jurídicas.

Situações políticas e econômicas, envolvendo essas instituições de alta rentabilidade e geradoras de energia, fizeram a necessidade do advogado oferecer um olhar mais personalizado ao assunto.

Outros temas como Infraestrutura, Ambiental e Arbitragem também ganham espaço na mente dos advogados e advogadas do futuro.

Especializações em alta no Direito

Conforme o portal de bolsas Educa + Brasil, as áreas em ascensão no Direito e que serão as mais procuradas como especializações entre os profissionais, são: Direito Tributário; Direito Trabalhista; e Compliance.

Os três ramos se destacam principalmente para quem deseja atuar dentro de grandes corporações. Isso acontece porque muitos escândalos com questões tributárias e trabalhistas têm manchado marcas conhecidas e a razão disso acontecer é justamente a ausência de advogados competentes para cuidar de tais assuntos corporativos.

Assim, não espanta que especializações em Direito Tributário, Direito Trabalhista e Compliance estejam entre as queridinhas jurídicas.

Ainda, vale ressaltar que segundo o levantamento da Robert e Half, as posições jurídicas em ascensão no Direito empresarial são: Gerente Jurídico; Societário/Contratos/M&A; Tributário.

Já para quem deseja se concentrar nas corporações particulares, partindo para os escritórios de advocacia, temos: Sócios; Tributário; Contencioso Cível; e novamente, Societário/Contratos/M&A.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram