Transferência Externa
Campanha março cursos de extensão
Reestruturação Societária
Mestrado
Pós Presencial
ENEM Presencial
Campanha março cursos de extensão
Direito de família e sucessões
1
Graduação em Direito
5
4

Blog EPD

Por que 10 de dezembro foi escolhido o dia Internacional dos Direitos Humanos

Por que 10 de dezembro foi escolhido o dia Internacional dos Direitos Humanos

O dia 10 de dezembro foi o escolhido para a comemoração do Dia Internacional dos Direitos Humanos como reconhecimento à data em que a Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) oficializou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, no dia 10 de dezembro de 1948, em Paris, capital francesa.

Dois anos depois da criação do documento, já em 1950, em reunião com os 58 países membros à época, a ONU padronizou a data como internacional.

É bastante comum que a cada ano o dia seja celebrado com um viés específico, com um tema que faça referência aos principais pontos dos Direitos Humanos. A data também é marcada por eventos culturais, atividades de ONGs e instituições e até mesmo ações de marketing em torno do assunto.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos

A Segunda Guerra Mundial deixou marcas traumáticas no mundo todo, especialmente pelo modo como a dignidade humana foi posta de lado em diversos aspectos, desde as atrocidades nos campos de concentração nazistas, até todos os males civis naturais que as sucessivas batalhas desencadearam. Logo que os conflitos terminaram, ainda em 1945, a ONU foi criada justamente para atuar como mediadora entre as nações com o objetivo de evitar calamidades semelhantes no futuro.

Três anos após a sua criação, a ONU, no dia 10 de dezembro de 1948, instituiu a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que já vinha sendo elaborada meses antes desta data.

Considerado como o documento mais traduzido do mundo na história moderna — disponível em mais de 360 idiomas —, ele reconhece uma série de direitos fundamentais garantidos a todo ser humano, de qualquer nacionalidade, raça, religião, cultura, classe social, orientação sexual, gênero, entre outras especificidades que diferenciam as pessoas.

Ao longo das páginas, são assegurados, por exemplo, o direito à vida, à liberdade, à dignidade, à defesa e à saúde. Se você se interessa em saber mais detalhes, a Unicef tem a versão traduzida para o português, com todos os 30 artigos, que pode ser acessada aqui.

Para ver mais conteúdos sobre datas comemorativas ligadas ao Direito e outros assuntos relacionados ao universo jurídico, continue acompanhando o Blog e as redes sociais da EPD.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram