Transferência Externa
Campanha março cursos de extensão
Reestruturação Societária
Mestrado
Pós Presencial
ENEM Presencial
Campanha março cursos de extensão
Direito de família e sucessões
1
Graduação em Direito
5
4

Blog EPD

Como criar uma boa rotina de estudos

rotina-de-estudos

Uma rotina de estudos estruturada é importante para qualquer estudante, mas para os de Direito e, principalmente, os que estão se preparando para concursos, é mais do que essencial.

Uma rotina de estudos é uma organização de tudo o que envolve o estudo para que ele seja feito da melhor forma.

Como uma rotina de estudos deve ser estruturada?

Não existe uma regra e cada material sobre o assunto vai falar sobre alguns itens diferentes.

Aqui vamos citar quatro itens que são bastante importantes e que fazem muita diferença prática quando se trata do assunto.

·        Monte um cronograma

O cronograma é essencial, pois é a partir dele que todo o estudo começa. Vale fazer um cronograma tanto para os estudos diários quanto para os específicos e com objetivos determinados, como provas e concursos.

Ele pode ser montado em formato de planilha, utilizando recursos como ferramentas, ou o velho lápis e papel.

Nesse cronograma, é preciso colocar os conteúdos a serem estudados e o tempo total de estudos. Com isso é possível entender quanto tempo, por exemplo, de estudo diário é necessário.

Quanto mais completo, melhor.

·        Estabeleça local e horários fixos

Muitos são os estudos que falam sobre a importância da rotina, e a definição de um local e horários fixos colabora para isso.

Além disso, quando se estabelece um local para ser o de estudos, nele irão conter todos os materiais necessários e aqueles que podem eventualmente ser usados como alguns livros ou canetas de cores diferentes. Isso facilita muito o processo de estudo.

·        Evite distrações

As distrações são um dos principais motivos de muitos estudantes não cumprirem seus cronogramas de estudos.

O celular apita, o cachorro late, o colega de quarto fala, na televisão passa uma notícia interessante. Tudo e qualquer coisa vira motivo para se distrair e algumas dessas distrações, como por exemplo uma olhadinha no celular, pode custar até horas de estudo.

Tendo horários definidos, ajuda avisar as pessoas quando estará indisponível. Desligar equipamentos e estar em um local com a menor possibilidade de estímulos possível é o mais indicado.

·        Utilize diferentes métodos de estudos

Muitas pesquisas mostram que cada pessoa aprende de uma forma diferente. Uns aprendem mais quando escutam, outros quando leem. Porém, existem diferentes métodos de estudo que podem ajudar nos mais diversos tipos de aprendizado.

E buscar esses métodos ajuda bastante, pois essa variação colabora para que a rotina de estudos não fique maçante e cansativa.

Principalmente para os estudantes de concurso, que estudam todos os dias por muitas horas, a variação de métodos traz excelentes resultados.

Podemos citar vários exemplos de métodos como:

·        Resumos e fichamentos;

·        Mapas mentais;

·        Mnemônica;

·        Técnica Pomodoro;

·        Autoexplicação;

·        Releituras;

·        Método de Robinson;

·        Leitura.

Entre muitos outros. É importante entender quais métodos funcionam melhor para você e fazer essa mescla durante os estudos

Você só vai saber quais são mais eficientes testando.

Existem outros itens que podem ser acrescentados?

Uma boa rotina de estudos, certamente, pode conter outros itens. Esses são os básicos e principais. Mas cada estudante, conhecendo sua forma de ser e estudar, deve entender o que precisa ser colocado em sua rotina e como isso deve ser colocado.

Uma boa rotina é aquela que atinge os objetivos, ou seja, que faz com que o estudante utilize todo o tempo que foi determinado por ele e vá riscando do seu cronograma todos os itens.

Revisar a rotina de tempos em tempos também é importante pois ajuda a fazer os ajustes necessários. Uma rotina de estudos é um guia, um caminho e não algo estático e engessado que, ao invés de colaborar, acaba prejudicando.

Agora conte nos comentários quais métodos de estudo você usa.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram