Transferência Externa
Campanha março cursos de extensão
Reestruturação Societária
Mestrado
Pós Presencial
ENEM Presencial
Campanha março cursos de extensão
Direito de família e sucessões
1
Graduação em Direito
5
4

Blog EPD

Direitos que os consumidores acreditam ter, mas não possuem

direito do consumidor

Vamos destacar os direitos que os consumidores acreditam ter, mas estão enganados. Confira se você está consciente sobre eles.

Dívidas antigas não expiram

É comum encontrar pessoas endividadas há cinco anos ficarem felizes, já que muitos acreditam que o prazo “caduca” a pendência. No entanto, o que acontece, na verdade, não é o esquecimento da dívida, e sim a retirada do nome do registro do SPC/SERASA. Assim, a dívida continua existindo, mas seu nome estará limpo.

Troca de produtos promocionais

Comprar produtos na promoção e identificar defeito, garante a troca de produtos que estejam pelo mesmo valor promocional. Alguns consumidores se enganam sobre o direito de trocar um produto na promoção por outro de valor cheio, mas se ele foi vendido por R$20,00 e seu valor original é R$40,00, você tem o direito de realizar um troca de R$20,00.

Cheque e cartão em comércio

Os estabelecimentos não possuem obrigação em oferecer formas de pagamento no cartão ou cheque, isso fica a critério do comerciante. Mas, os lugares que não oferecem essas opções, devem deixar essa informação bem exposta para o cliente.

Trocas não devem ser imediatas

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, o lojista tem o prazo de 30 dias úteis para efetuar a troca de mercadorias com defeito. Se a loja desejar, pode estipular um limite menor para resolver o problema, mas o prazo limite é de 30 dias.

Trocas por arrependimento

Lojas físicas não são obrigadas a realizar trocas por motivos de arrependimento. Embora muitos estabelecimentos tenham o costume, a troca por arrependimento é válida apenas para compras online. No entanto, se o produto apresentar defeito e mesmo após a intervenção da empresa continuar a dar problema, o consumidor tem o direito em exigir seu dinheiro de volta ou trocar por outra mercadoria.

Esteja sempre atento ao Código do Consumidor para não deixar de exigir seus direitos e respeitar os direitos dos comerciantes.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram